ARMADILHAS EDITORIAIS

Sábado, 23, é o Dia Mundial do Livro e do Direito do Autor e para demonstrar o nosso respeito e carinho pelos autores e suas obras, a Editora Appris fará a Semana do Autor, que começa hoje e vai até o dia 27/04.

Durante uma semana disponibilizaremos três textos de orientação para autores, produzidos pela Editora Responsável da Appris, com as situações mais comuns na hora de publicar um livro científico. 

 

Imagem retirada do Google.

Já aconteceu com outros autores e pode acontecer com você também…

Ao escrever um livro o autor emprega dedicação em forma de tempo, de conhecimento, pesquisas, noites mal dormidas, abrindo mão do descanso e dos momentos em família. A analogia que fazem é que escrever um livro é o mesmo que conceber um filho. Realmente é bem por aí. Sendo assim nada é mais justo que ao parir essa criança, o autor entregue o material em mãos de confiança.

Baseada em nossa vasta e sólida experiência no Mercado Editorial, que soma mais de 25 anos, o Conselho Editorial da Appris, que está alinhado ao Grupo de Editores Científicos Nacional, compilou orientações sobre como proceder na escolha de uma Editora para entregar a publicação de um livro ou produção científica (teses, dissertações, etc.).

O primeiro e principal alerta é: só assine um contrato após lê-lo atentamente, prestando particular atenção aos seus Direitos como Autor.

Abaixo segue uma relação de “armadilhas” que alguns autores já caíram:

  1. Contrato de transferência do patrimônio autoral: há sutilezas em alguns contratos, onde o prazo determinado na cessão de direitos de publicação fica mal esclarecido. Alguns autores acabam assinando e doando os seus direitos PATRIMONIAIS, perdendo a obra;
  2. Existem editores que não adotam as normas de padronização, não submetem o trabalho a avaliações e não acatam os critérios da CAPES. Quando fazem isso a publicação do livro perde valor para o currículo, anulando a chance de obter Qualis junto a CAPES;
  3. Ofertas de publicações gratuitas, na maioria dos casos, escondem as cobranças em um primeiro momento, porém, posteriormente elas aparecem;
  4. Teses ou dissertações sem adaptação, ou sem as normatizações adequadas, orientadas e ajustadas pela editora, não são considerados livros, pois as mesmas não podem ser publicadas na íntegra.
  5. As promessas de recebimento de direitos autorais não são cumpridas, e o autor opta por desistir de cobrar. Exemplo: a editora internacional “com filial no Brasil” informa ao autor a necessidade de cobrar os direitos na Matriz estrangeira;
  6. Editoras estrangeiras, desconhecidas no Brasil, ou até mesmo algumas conhecidas, nem sempre sabem que estão atuando aqui. Isto porque elas não têm um representante autorizado a utilizar as suas marcas e publicar livros neste país.
  7. Qualidade de revisões, edição, impressão e acabamento duvidoso. O livro não é distribuído ou divulgado com abrangência nacional, ou internacional, não correspondendo ao prometido.

Para você não cair também nestas armadilhas, seguem 12 perguntas principais que se deve fazer a uma Editora antes de tomar a decisão de publicação, caso você pretenda obter Qualis junto a CAPES:

  1. A Editora X pode me enviar as orientações de padronização, ajustes editoriais para adaptações de texto de acordo com a ABNT e pelos critérios da CAPES?
  2. O meu livro entrará em alguma coleção científica? Em qual coleção?
  3. O meu livro terá, nas primeiras paginas, o comitê científico de acordo com a área/temática técnica?
  4. O meu livro será comercializado por quais e quantas livrarias? É em todo o território nacional?
  5. E quando se tratar de livros digitais, ele terá registro no DOI e ISBN DIGITAL? Quais são as grandes redes de livrarias digitais que irão comercializar o e-book?
  6. Por favor, me informe cinco títulos de livros da Editora X com conceituação e Qualis junto a CAPES.
  7. O meu livro terá os exemplares físicos exigidos para o depósito legal na BBN – Biblioteca Nacional? Envie-me uma lista de outros títulos da Editora X que já estão depositados BBN.
  8. A Editora X pode me enviar entre cinco e 10 depoimentos positivos, com os respectivos e-mails de contato, dos autores que publicaram?
  9. A Editora X pode me enviar a listagem com os 10 grandes eventos nacionais de diferentes áreas, que participou no último ano?
  10. O Editor responsável é do Brasil? Ou do exterior? Pode me enviar os dados pessoais (nome completo, números de documentos, telefones pessoais, e-mail pessoal)?
  11. Quem assina o contrato de direitos autorais da Editora X consta no contrato social da empresa?
  12. O contrato de direitos autorais da Editora X determinam o prazo de publicação de quanto tempo? E tem indenização caso eu decida suspender a publicação no final deste prazo?

A Editora Responsável da Appris deseja sucesso a todos os autores nesta importante escolha!

*Caso seja do seu interesse, acesse a Lei de Direitos Autorais clicando aqui.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s